A arte de sair mal na foto

A imagem de um Maluf sorridente, um Lula despachado e um Haddad constrangido gerou o "não aceito" da socialista Luiza Erundina, recusando-se a compor a chapa do PT à Prefeitura

O Estado de S.Paulo

24 de junho de 2012 | 03h08

de São Paulo. Para o historiador Carlos Guilherme Mota, essa recusa pode começar a ecoar num Brasil de "carismas fáceis

e miséria farta". O cientista político Renato Lessa, por sua vez, alerta para o tom conciliatório de Maluf - "não existe mais direita e esquerda" -, uma espécie de "cinismo da indistinção". Já Fernando Guarnieri e Lara Mesquita, pesquisadores do Cebrap, procuram captar o que vai além das inusitadas alianças políticas por minutos a mais no horário gratuito da tevê.

EXCLUSIVO xPágs. J4 e J5

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.