Código em mutação

Quem pensava que o DNA humano era coisa pouca reviu seus conceitos. O Encode, megaconsórcio de cientistas, anunciou que 80% do nosso genoma pode ser funcional - muito além dos 2% que se pensava útil. "O projeto mapeou elementos que agem como interruptores, ligando ou desligando os genes, e isso revoluciona toda a biologia", diz Marcelo Nóbrega, brasileiro que participou do projeto com seu laboratório na Universidade de Chicago. Já a geneticista Mayana Zatz explora as perspectivas da descoberta: "A boa notícia é que ela fornece novas pistas para tratamentos de doenças complexas, como câncer e diabete".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.