Coleção mostra como a filosofia nunca sai de cena

"O objetivo da Coleção Filosófica é tratar de temas corriqueiros como culpa, afeto, prazer, poder, além da obra de pensadores fundamentais como Nietzsche, Spinoza e Maquiavel, sem o ranço acadêmico. Os três volumes que inauguram a série de livros são Enigmas da Culpa, de Moacyr Scliar, Banalogias, de Francisco Bosco, e Arqueologia dos Prazeres, de Fernando Santoro. Outros títulos já estão previstos. Em novembro, deve ser lançado Nós, os Maquiavélicos, do professor Júlio Pompeu."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.