David Copperfield

ILUSIONISTA

O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2007 | 21h24

O mágico cancelou a turnê pela Ásia, para a qual já tinham sido vendidas 70 mil entradas, por ter se tornado alvo de investigação do FBI. Ele é acusado de ter estuprado uma mulher nas Bahamas e, com a ajuda da produção, fazer de espectadoras amantes. Durante busca em depósito de sua propriedade, o FBI apreendeu quase US$ 2 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.