É justo priorizar crianças e adolescentes na fila de transplante?

Ministério da Saúde anuncia mudanças

O Estado de S.Paulo

25 de outubro de 2009 | 01h13

O ministro da Saúde, José Gomes Temporão, divulgou na quarta-feira a nova regulamentação do Sistema Nacional de Transplantes. A principal mudança do texto diz respeito aos jovens. Crianças e menores de 18 anos terão prioridade para receber órgãos de doadores da mesma faixa etária e ainda poderão ser incluídos na fila de transplante de rim antes de entrar na fase terminal da doença. Anteriormente não havia regras que priorizassem os mais novos.

Resultado da enquete:

Sim> 49%

Não> 51%

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.