Eike vontade de comprar

AMBULATÓRIO DA NOTÍCIA[br]Unidade de tratamento para quem sai mal na foto

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

18 de outubro de 2009 | 03h22

Quando, enfim, todo brasileiro sair por aí com o nome Eike Batista gravado na coleira, Luma de Oliveira dirá com credencial de pioneira na prática de identificação do dono no pescoço: "Eu já sabia!" De fato, em 1998, quando chocou as feministas na Marquês de Sapucaí, a rainha de bateria já sabia que se casara com o homem que, depois do Bradesco, da Vale do Rio Doce, dos Fundos de Pensão, do Maranhão, de um pedaço da Bolívia e da Olimpíada para o Rio, vai acabar comprando o Brasil. O empresário, que teria ambições ainda maiores, desconversa: "O futuro a Deus pertence!" - nada que lhe impeça de fazer uma proposta ao Senhor.

Mal comparando, nem Daniel Dantas em seus dias de glória botava tanto dinheiro pelo ladrão. Eike Vontade de Comprar, como é conhecido no mundo dos negócios, planeja investir R$ 18 bilhões até 2012 em petróleo, energia elétrica, logística e mineração. Quando lhe dá na telha, põe dinheiro em cinema, restaurante, hotel, trem suspenso e o escambau. Se bobear, ele compra uma escola de samba pra ex-mulher. A Luma merece! Afinal, foi a primeira a perceber um Warren Buffett brasileiro naquele rapaz de Governador Valadares que queria ser o Paul Newman quando crescesse. Uma mulher dessas vale ouro, né não?

Aí, perdeu!

Todo início de horário de verão é a mesma coisa: tem gente acordando neste domingo com a sensação de que foi tungado em 60 minutos enquanto dormia. A boa notícia é que vão liberar logo a restituição de Imposto de Renda.

Rodin, meu rei!

Antes de ser exposta em Salvador, a escultura O Pensador, de Auguste Rodin, passou quatro dias dentro de uma caixa em Salvador para entrar no clima da Bahia. Está pronta para suportar a temperatura ambiente atrás do trio elétrico.

Média

A décima edição do Big Brother Brasil, na Globo, está anunciando a pré-seleção de "uma mulher gay". Pra ver se agrada aos intelectuais que não gostam do programa por causa do Pedro Bial!

Pelas costas

Se os portugueses ficaram chocados desse jeito com o vídeo da Maitê Proença enaltecendo a burrice lusitana, imagina quando souberem das piadas que a Hebe Camargo conta quando chega de lá!

Zero a zero

Se estrelas de lados opostos do Senado como Aloizio Mercadante e Tasso Jereissati correm risco de não se reeleger em 2010, sinal de que o governo Lula provocou estragos indistintos tanto em quem o ataca quanto nos que o defendem.

Neossocialismo

O PSB já cogita promover ensaios abertos de Ciro Gomes e Paulo Skaf afinando discurso político em São Paulo. Quem já ouviu diz que é de rolar de rir!

Chance de ouro

A fim de preservar a segurança do preso, a penitenciária federal da Carolina do Norte, nos EUA, não divulgou o nome do sujeito que, depois de se envolver em discussão com Bernard Madoff no pátio da cadeia, partiu pra cima do mega fraudador, teve oportunidade de quebrar a cara dele e, resultado da briga, levou uma boa surra. Foi mais um duro golpe no orgulho do pequeno investidor trapaceado americano.

{HEADLINE}

Woody 2010

Woody Allen só vem filmar no Rio se, além de uma bela grana oficial, o Pelé lhe pedir e o Lula chorar quando for anunciada a decisão do cineasta de sediar seu próximo longa metragem na cidade. O artista exige, enfim, tratamento olímpico. Só dispensa o jantar de Paulo Coelho com sua mulher, expediente que, parece, deu super certo com os membros do COI.

Papai sabe tudo

Nicolas Sarkozy teve bons motivos para indicar o filho Jean para o comando da estatal que comanda o maior distrito financeiro de Paris. A começar pela necessidade de mantê-lo com a cabeça bem ocupada. Todo mundo no Champs-Elysées já reparou no jeito como o rapaz olha para a madrasta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.