Em resumo

O QUE PASSOU

O Estado de S.Paulo

08 de novembro de 2009 | 00h42

DEMOCRATAS PERDEM EM DOIS ESTADOS E NY

Os democratas amarguraram três perdas eleitorais essa semana com a derrota dos candidatos aliados de Obama para os governos dos Estados da Virgínia e New Jersey, e na prefeitura de Nova York que ficou novamente nas mãos do bilionário Michael Bloomberg. Em New Jersey - tradicional reduto democrata - Jon Corzine perdeu para o republicano Christopher Christie e na Virgínia, Robert McDonnell venceu o rival Creigh Deeds. Os resultados são vistos pelo Partido Republicano como indício de mudança no cenário político e indicam perda de prestígio do presidente Obama e crescimento da insatisfação a suas ações na presidência.

REDUÇÃO DE CO2 PODE FICAR PARA 2010

Apesar da aproximação da Conferência do Clima em Copenhague, que começa no dia 7 de dezembro, países ricos parecem não acreditar que na COP-15 será possível estabelecer uma meta obrigatória para a redução de emissões de CO2 que seja consensual e falam de deixar a resolução para 2010. O Ministério do Meio Ambiente do Brasil defende uma redução de 40% até 2020, mas o presidente Lula disse que não quer tentar impor "nossos números à comunidade internacional", apesar de achar insuficiente a redução de 20% - prevista pela União Europeia e aprovada pela Comissão de Meio Ambiente do Senado americano na quinta-feira.

SUSPENSO JULGAMENTO DO MENSALÃO MINEIRO

O julgamento do mensalão de Minas Gerais é suspenso depois que o ministro José Antonio Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu vista do processo, por conta de um recibo que comprovaria o envolvimento do senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) no esquema ilegal de arrecadação, durante a campanha para governador em 1998. A decisão de Toffoli foi anunciada logo após o ministro Joaquim Barbosa (STF) ter defendido a abertura do processo contra Azeredo, que é acusado de peculato (crime contra a administração pública) e lavagem de dinheiro.

13 MORREM A TIRO EM BASE NOS EUA

A maior base militar dos Estados Unidos, Fort Hood, no Texas, onde vivem 65mil pessoas, é palco de tiroteio que deixou 13 mortos e 30 feridos. O autor do ataque é um major médico do Exército americano, Nidal Malik Hasan (foto), muçulmano. Hasan trabalhava no Centro de Estudos de Estresse Pós-Traumático da base e seria enviado em breve para o Iraque. O presidente Obama considerou o fato uma "horrível explosão de violência".

FRACASSA ACORDO EM HONDURAS

O presidente deposto, Manuel Zelaya, recusa-se a apontar representantes para a criação de governo de união nacional - medida acordada entre Zelaya e Micheletti no dia 30, com a apresentação de uma proposta americana para a solução da crise. Mas Zelaya disse que só indicaria representantes caso o Congresso o restituísse ao poder, o que não foi aceito. Zelaya disse também que não vai reconhecer o resultado das eleições previstas para o dia 29.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.