Forças ocultas em contas secretas

Antes de se tornar "coisa do passado", conforme palavra de honra do primeiro-ministro Gordon Brown no encerramento da reunião do G-20 em Londres, o sigilo bancário viveu no Brasil um momento inusitado. O falecido Jânio Quadros, soube-se dia desses, teria puxado a expressão pelo pé da letra ao morrer sem contar a ninguém onde escondeu seus fundos no exterior. Imagina o drama de Jânio Quadros Neto, coitado, virando a Suíça pelo avesso há anos, sem acreditar que o avô tenha lhe deixado só o nome de herança.

Tutty Vasques, O Estado de S.Paulo

04 de abril de 2009 | 22h17

Nunca na história desse país uma conta foi tão secreta, por mais que Paulo Maluf se faça de Jânio sobre o bloqueio esta semana pela Justiça de US$ 22 milhões supostamente desviados dos cofres públicos para os de sua família na Ilha de Jersey, com escala técnica da bolada - US$ 200 milhões originalmente - em banco suíço. Lenda viva do sigilo bancário no Brasil, Maluf já não faz nem suas famosas blagues sobre o mapa de seu tesouro em paraísos fiscais. Não diz, por exemplo, que "quem achar conta minha no exterior pode ficar com o dinheiro". Para ele, morreu o assunto!

Daí a farra financeira virar "coisa do passado", como quer agora Gordon Brown e sua turma, vai demorar. Seja como for, Celso Pitta já deve ter se dado conta de que a fila está andando. Num dia foi o Jânio, no outro o Maluf, tudo tão rápido no noticiário que o leitor menos atento poderia muito bem ser induzido a acreditar numa suposta conta conjunta de ex-prefeitos de São Paulo na Suíça. Será?!

Máquinas

A grande novidade da Fórmula 1 em 2009 começa a fazer sucesso em outras curvas. Já tem clínica de estética feminina por aí oferecendo o tal difusor traseiro em seu cardápio de cirurgias plásticas.

Fashion

O ministro Carlos Minc vai acabar mudando de ramo. Entregou esta semana o colete que prometera ao colega Tarso Genro e aceitou encomenda de um modelo feminino para a super-ministra Dilma Rousseff.

Tá pedindo!

Quando, afinal, Hugo Chávez vai expulsar a Miss Universo 2008 da Venezuela? Dayana Mendoza, que tinha tudo para ser a coisa mais fofa da revolução bolivariana, voltou de uma viagem a Guantánamo encantada com a base naval americana. Pode?

Vira o disco

Quem deve estar adorando o noticiário sobre a Operação Castelo de Areia da Polícia Federal é o deputado Edmar Moreira. Quem sabe assim param de falar do castelo dele, né não?

Bom negócio

Silvio Santos ainda não sabe como, mas quer incluir Hebe Camargo na operação de compra do Ponto Frio pelo seu Baú da Felicidade. Dona Lily Safra, acionista majoritária da rede de lojas, ganharia uma companhia e tanto, né não?

Diálogo

Ao oferecer em Haia uma "reconciliação honrosa" aos milicianos fundamentalistas do Afeganistão, Hillary Clinton arrancou uma reação bastante razoável do Taleban, cujo porta-voz considerou a proposta da secretária de Estado americana uma "ideia lunática". Tá vendo só como o diálogo facilita tudo!

Eu quero...

Vai entender as mulheres! Conheço uma que esta semana comprou cinco vezes o mesmo livro só pelo prazer de entrar numa livraria e pedir em voz alta "o Leite Derramado de Chico Buarque".

Nada pessoal

Lula não prega prego sem estopa. Se, às vésperas da reunião do G-20 em Londres, abandonou o almoço em que se sentaria ao lado do presidente do Sudão foi para mostrar aos europeus que não tem nada particularmente contra os brancos de olhos azuis.

Agenda positiva

Tem muito diretor de empreiteira por aí achando que não será tão ruim quanto parece passar a Páscoa na cadeia. O último feriadão com a família no Guarujá, aquilo sim foi um inferno.

Nomenclatura

José Dirceu está virando uma espécie de presidente de honra ou patrono do PT. Lembra um pouco a figura do bicheiro nas escolas de samba do Rio. Repara só!

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.