Irmãos separados pela ideologia

''''Muitos autores não suportam a idéia de admitir que existam em seus livros incômodas referências autobiográficas. Não é o caso do chinês Da Chen, que escreveu quatro livros, três deles estritamente autobiográficos. O quarto e mais recente é sua primeira tentativa de escrever para adultos uma história que não seja a sua. A Montanha e o Rio, conta a vida de dois irmãos chineses separados desde o nascimento e criados em diferentes lares, um numa família influente e outro pobre, que se encontram já adultos.''''

Antonio Gonçalves Filho, O Estado de S.Paulo

17 de julho de 2007 | 17h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.