Laranja Mecânica (versão MST)

Não dá para entender como num país tão grande e generoso, com tanta gente querendo terra para plantar, o MST consegue transformar sua luta sustentável num movimento hostil, antipático e indefensável até nos sítios arqueológicos humanitários da chamada sociedade civil. Tem muita gente boa por aí com vergonha do próprio DNA de esquerda depois de assistir à invasão do bom senso e da civilidade na Fazenda da Cutrale, em Borebi (SP). Dessa vez, os caras se superaram! Conseguiram fazer até comunista entrevado ficar com dó do laranjal. Um amigo meu, trotskista aposentado, chorou copiosamente vendo as imagens daquela estupidez do trator contra o pomar. Laranja Mecânica perde.

Tutty Vasquez, O Estado de S.Paulo

11 de outubro de 2009 | 01h17

O que foi aquilo? Periga ter sido ação orquestrada pela direita. O que o MST faz nessas ocupações, convenhamos, é pura propaganda subliminar do Ronaldo Caiado, cujo brilho ruralista sempre sobressai no debate político com o Doutor Rosinha - ele mesmo! -, ressuscitado no PT para o papel de advogado de defesa da lambança injustificável. Alguém que invade, quebra, picha, emporcalha e, quando chega a polícia, sai de fininho, francamente, só pode estar tramando a criminalização da reforma agrária. Talvez seja só um movimento autofágico, fadado à autodestruição, mas ainda há tempo para a cantora Beth Carvalho retirar seu nome do abaixo-assinado de intelectuais contra a CPI do repasse de dinheiro público ao MST. Corre lá, Beth! Diz que você andou pensando e viu que não faz sentido uma sambista participar de manifesto de intelectuais, sei lá...! Inventa qualquer coisa e cai fora dessa cilada. Rápido!

Amigos da onça

Tem gente enchendo a cabeça de Gilberto Kassab para a Prefeitura de São Paulo adotar em caráter experimental o método chinês de bombardear nuvens com produtos químicos de madrugada para que a chuva caia enquanto as pessoas estão dormindo. Sei não!

Contramão

No extremo inverso dos grandes escândalos brasileiros, que sempre acabam em pizza, esse último do roubo das provas do Enem começou a ser tramado num estabelecimento do ramo, cujo dono articulou a operação de vazamento da fraude para a imprensa.

Nem se compara

O que fazem os fotógrafos de celebridades que não reagem? Comparar ladrão de prova a paparazzo, como fez a defesa do mentor do vazamento do exame do Enem, é tão ofensivo à categoria quanto foi para os pizzaiolos servir de referência à ética dos senadores da República!

Missão oficial

Chegam ao Brasil nos próximos dias alguns dos principais marqueteiros de Barack Obama. Na pauta de conversações, o Prêmio Nobel da Paz para Lula em 2011.

Fachada

Orestes Quércia vai abrir uma filial de sua cafeteria em Nova York. Mas a política continua sendo sua grande cachaça!

Idade imune

Pelo menos três prostitutas italianas assumiram espontaneamente a responsabilidade pela imunidade perdida de Silvio Berlusconi. A primeira que chegou à delegacia confessou tê-la tirado do premier enquanto ele dormia. Depois veio outra com uma história de que a teria achado numa festa e, por fim, uma terceira chegou dizendo, aos prantos, que "o Papi me deu porque quis". A polícia, evidentemente, está perdidaça.

Amar é...

A internet está transformando a vida afetiva do homem moderno. Não há espaço para carências quando se é estimulado a toda hora com o pedido "quero que você entre no meu Facebook" em sua caixa de e-mails.

Aqualoucos

Pela quantidade de heróis de enchente que o Brasil anda revelando nos telejornais, o País é sério candidato à medalha de ouro na modalidade, que pode virar olímpica até 2016.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.