O poder feminino no mundo do samba

livro

O Estado de S.Paulo

17 de julho de 2007 | 18h04

"Dona Zica, Dona Neuma, Dodô da Portela, Tia Eulália, Alcione, Dona Ivone Lara e outras grandes mulheres que devotaram a vida ao samba foram perfiladas no livro A Força Feminina do Samba, lançado pelo Centro Cultural Cartola. A publicação conta a trajetória de sambistas, porta-bandeiras e passistas, entre outras figuras relevantes das escolas de samba. O ponto de partida é Tia Ciata, em cuja casa, na Praça Onze, conforme diz a história repetida à exaustão, Donga compôs Pelo telefone, a primeira música do gênero gravada no País, em 1916." Roberta Pennafort

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.