O que passou

FRANÇA CAPTURA LÍDER DA ETA17/11A polícia francesa prende o chefe militar da organização separatista basca ETA, Miguel de Garikoitz Aspiazu Rubina, também conhecido como Txeroki. Além de ser suspeito de assassinar dois guardas civis espanhóis em 2007, Txeroki teria sido o mentor intelectual do atentado no Aeroporto Internacional Madrid-Barajas que deixou dois mortos em dezembro de 2006. A prisão de Txeroki representa o maior golpe contra a ETA desde que o mais alto comandante do grupo, Javier López Peña, foi preso no mês de maio. POLÍCIA INDICIA 10 POR ACIDENTE DA TAM17/11Os ex-presidentes da Agência Nacional de Aviação Civil e da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária estão entre os dez indiciados pelo acidente com o Airbus A320 da TAM, em julho de 2007, no Aeroporto de Congonhas. Milton Zuanazzi e o brigadeiro José Carlos Pereira, da Anac e da Infraero, foram indiciados. A ex-diretora da Anac Denise Abreu também está na lista. Cada réu poderá ter pena de até 6 anos.DENGUE DEIXA 14 CAPITAIS EM ALERTA20/11Um levantamento feito pelo Ministério da Saúde sobre a infestação do vírus da dengue mostra que 71 municípios brasileiros estão sob risco de surto da doença. Isso significa que 28 milhões de pessoas vivem em áreas fora dos padrões adequados para evitar a dengue. Segundo a classificação, 14 capitais correm risco de epidemia. O ministro da Defesa, Nelson Jobim, anunciou que 820 militares vão atuar como agentes de saúde no combate à doença. JUIZ LIBERTA PRESOS EM GUANTÁNAMO20/11O juiz federal Richard Leon ordena a libertação de cinco argelinos suspeitos de terrorismo presos sem acusação formal há sete anos em Guantánamo. Leon disse ser ilegal manter os argelinos indefinidamente detidos. É a primeira vez que um tribunal civil rejeita uma decisão apresentada pela Casa Branca. Cerca de 255 homens continuam em Guantánamo, incluindo 50 já livres de acusações, mas que têm medo de retornar a seus países. O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, prometeu fechar a prisão.BANCO DO BRASIL COMPRA NOSSA CAIXA20/11Depois de seis meses de negociação, o Banco do Brasil anuncia a compra da Nossa Caixa e passa a ser o maior banco do Estado de São Paulo. A transação é uma resposta do BB à fusão entre Itaú e Unibanco, que criou a maior instituição financeira do Brasil. Com o novo negócio, 79% dos depósitos estão concentrados nos cinco maiores bancos do País.

O Estado de S.Paulo

22 de novembro de 2008 | 20h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.