O que passou

CPI DIVULGA CONTEÚDO DA CAIXA-PRETAAs informações da caixa-preta do avião da TAM que se acidentou em Congonhas em 17 de julho vazam para a imprensa e acabam sendo abertamente divulgadas pela CPI do Apagão Aéreo da Câmara. A quebra do sigilo desconsidera a Convenção de Chicago, acordo da ONU que regulamenta a aviação internacional e do qual o Brasil é signatário. A violação da norma é criticada pela Federação Internacional de Controladores Aéreos. De acordo com os dados do vôo 3054, a possível causa do acidente foi a posição errada do manete durante o pouso. Ainda não é possível afirmar, no entanto, se foi falha do piloto ou pane na aeronave.DOCUMENTOS DE RENAN SOMEM EM ASSALTOO Matadouro e Frigorífico de Alagoas (Mafrial), situado na cidade de Satuba (AL) e citado pelo senador Renan Calheiros como intermediário em transações de venda de gado, é assaltado. Além de R$ 17 mil em dinheiro e R$ 200 mil em cheques, os ladrões levam também documentos que deveriam ser entregues à Secretaria de Estado da Fazenda de Alagoas para serem encaminhados à PF e ao Conselho de Ética do Senado, que investigam os negócios de Renan. Há suspeitas de que o assalto tenha sido forjado por interessados em roubar documentos comprometedores. Funcionários do frigorífico contam que os ladrões perguntaram pelos documentos do senador antes de procurar o dinheiro. PF PRENDE NOVA MÁFIA DOS CORREIOSA Operação Selo da PF e do Ministério Público desmantela mais uma quadrilha que fraudava licitações nos Correios. O grupo sucedeu à máfia descoberta em 2005. Três empresários e dois funcionários da estatal são presos, entre eles Arthur Wascheck, autor da gravação contra Maurício Marinho que deu início ao escândalo do mensalão. De acordo com a PF, estão envolvidas no atual esquema de desvios mais de 20 empresas fornecedoras de bens e prestadoras de serviços dos Correios.CUBANOS DESERTORES SÃO PRESOS NO RIOOs pugilistas cubanos Guillermo Rigondeaux e Erislandy Lara, que desertaram durante o Pan, são presos pela PF em uma praia a 90 quilômetros do Rio. Os atletas afirmam que foram dopados por dois alemães que tentavam convencê-los a se mudar para a Europa e manifestam desejo de voltar à Cuba. Chamados de traidores por Fidel Castro, os pugilistas tiveram seus bens apreendidos na terça-feira. Na sexta, a PF anuncia que os atletas serão deportados à ilha.RELATÓRIO BRITÂNICO INOCENTA IAN BLAIR O relatório final sobre a morte do brasileiro Jean Charles de Menezes é entregue à promotoria britânica. O documento poupa o chefe da Scotland Yard, Ian Blair (foto), e faz duras críticas ao comissário-assistente da polícia, Andy Hayman, acusado de ter ocultado deliberadamente a identidade de Jean Charles. De posse do relatório, a promotoria vai julgar se existem provas e motivos suficientes para responsabilizar um ou mais envolvidos no episódio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.