O que passou

POPULARIDADE DE LULA CHEGA A 84%3/2Apesar de a crise internacional ser a mais grave dos últimos 80 anos, os brasileiros continuam otimistas e satisfeitos com o presidente Lula e seu governo. A Pesquisa Sensus, encomendada pela Confederação Nacional dos Transportes, mostra que o prestígio pessoal de Lula chegou a 84% em janeiro, índice recorde e similar ao de janeiro de 2003 (83,6%), quando o petista tomou posse em seu primeiro mandato. A avaliação positiva do governo federal também superou as pesquisas anteriores. A gestão é considerada ótima ou boa por 72,5% dos entrevistados. OBAMA ESTABELECE TETO PARA EXECUTIVOS4/2O presidente dos EUA, Barack Obama, anuncia novas regras para pagamentos a executivos de instituições financeiras que foram socorridas pelo governo. O teto salarial terá limite de US$ 500 mil por ano. A medida ocorre após se revelar que Wall Street teria distribuído US$ 18,4 bilhões em bônus a seus funcionários, mesmo em meio a prejuízos milionários e injeções de capital público.FARC ENCERRAM LIBERTAÇÃO DE REFÉNS5/2As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia libertaram o último de um grupo de seis reféns: três policiais, um militar, o ex-governador do Departamento de Meta, Alan Jara, e o ex-deputado Sigifredo López (foto). Eles foram entregues a uma missão humanitária coordenada pelo Comitê Internacional da Cruz Vermelha, com participação da ONG Colombianos pela Paz, representada pela senadora Piedad Córdoba, e apoio logístico do Exército Brasileiro. O objetivo das Farc é ganhar espaço político e melhorar sua imagem internacional depois da morte de importantes líderes e do resgate de Ingrid Betancourt. CORREGEDOR É DONO DE CASTELO 5/2O deputado federal e corregedor da Câmara Edmar Moreira é suspeito de ter ocultado da Justiça Eleitoral a propriedade de um imóvel em estilo de castelo, em Minas Gerais, avaliado em até R$ 25 milhões. O corregedor alega que transferiu o patrimônio para os dois filhos. Segundo informações de pessoas próximas a Moreira, o castelo foi construído para ser transformado em um cassino assim que o jogo fosse legalizado no Brasil, durante o governo de Fernando Collor. A Câmara dos Deputados deve votar esta semana um projeto para destituir o corregedor do cargo. CASO DE EUTANÁSIA MOBILIZA A ITÁLIA 6/2A equipe médica que vai acompanhar a morte da italiana Eluana Englaro, de 38 anos, em estado vegetativo há 17, começa a reduzir a alimentação e a hidratação artificial da paciente. Seu pai, Beppino Englaro, provou na Justiça que o estado de saúde da filha era irreversível e conseguiu a autorização para o hospital retirar o tubo de alimentação que a mantém viva. A decisão, inédita no país, gerou polêmica entre médicos, cientistas e o governo. Horas depois, um decreto-lei poibindo a eutanásia era aprovado pelo Conselho de Ministros da Itália e pode interromper a morte assistida de Eluana.

O Estado de S.Paulo

07 de fevereiro de 2009 | 22h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.