O que passou

YEDA É ALVO DE NOVAS ACUSAÇÕES

O Estado de S.Paulo

16 de maio de 2009 | 23h15

O PSOL do Rio Grande do Sul volta a acusar o PSDB de uso de caixa 2 na campanha que elegeu a governadora Yeda Crusius em 2006. O partido citou o ex-marido da tucana, Carlos Crusius, como um dos arrecadadores. Os tucanos saíram em defesa de Yeda, mas admitiram que as acusações podem prejudicar a formação de um palanque em 2010. A oposição, que tentou arrecadar assinaturas para criação de uma CPI na Assembleia Legislativa para investigar o governo gaúcho, não conseguiu as 19 adesões necessárias para aprovar a proposta.Yeda contratou o ex-ministro do TSE, Eduardo Alckmin, para defendê-la. Na quinta-feira, uma manifestação pelo impeachment da governadora tomou as ruas de Porto Alegre. Yeda enfrenta uma crise política desde a Operação Rodin, deflagrada pela Polícia Federal, que desmontou um suposto esquema que teria desviado R$ 44 milhões do Detran do Estado.

CAI COMANDANTE DOS EUA NO AFEGANISTÃO

O principal comandante dos Estados Unidos no Afeganistão, David McKiernan, deixa o cargo depois de 11 meses na função. Os EUA substituíram o general devido à piora da situação na região. Os americanos vinham optando por muitos ataques aéreos, o que causou a morte de milhares de civis. Fontes do Exército revelam que McKiernan era considerado um membro da "velha guarda" e se concentrava prioritariamente nos combates. Ele será substituído pelo general Stanley McChrystal, que atuou durante anos no comando da divisão de elite das Forças Armadas, especializada em missões ultrassecretas.

OBRAS ROUBADAS SÃO ENCONTRADAS

Os quadros - dois de Candido Portinari, um de Tarsila do Amaral e outro de Orlando Teruz - roubados no último domingo, na casa de Ilde Maksoud, foram encontrados na Barra Funda, zona oeste da capital paulista. De acordo com a polícia, o conjunto das pinturas, avaliado em cerca de R$ 3,5 milhões, foi recuperado em boas condições. Foram apresentados 13 pacotes de joias e dois relógios de pulso, também roubados na ocasião. A família, porém, disse se tratar de bijuterias. Suspeita-se que os bandidos conheciam o local do crime porque sabiam como retirar as molduras das telas - para não causar nenhum dano. Ninguém foi preso.

GOVERNO PROPÕE TAXAR POUPANÇA

Pela primeira vez desde os anos 90, o governo apresenta projeto para tributar rendimentos da poupança pelo Imposto de Renda. Caso aprovada, a medida, que taxa aplicações superiores a R$ 50 mil, passa a valer a partir de 2010. A tributação vai variar conforme os juros básicos (Selic) e a renda do poupador. Segundo o governo, as contas com valor acima de R$ 50 mil representam apenas 1% do total, ao mesmo tempo que são responsáveis por 40% do volume dos depósitos. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, explicou que o ajuste visa "garantir que a poupança continue sendo um instrumento para o grosso da população". A proposta será submetida à aprovação do Congresso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.