O que passou

ANVISA ANUNCIA NOVAS REGRAS NAS FARMÁCIAS

O Estado de S.Paulo

23 de agosto de 2009 | 01h51

Uma resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determina que remédios vendidos sem prescrição médica, como antitérmicos, analgésicos e digestivos, não poderão ficar mais nas gôndolas das farmácias. A medida tem como objetivo inibir a automedicação. O texto também proíbe a venda de balas, biscoitos, doces e sorvetes nesses estabelecimentos. A resolução regulamenta igualmente a venda de medicamentos por telefone e via internet. Apenas farmácias abertas ao público e aquelas com endereços eletrônicos "com.br" podem vender seus produtos online. As farmácias têm seis meses para se adaptar às novas regras.

EX-SECRETÁRIA DA RECEITA DEPÕE

Em audiência no Senado, a ex-secretária da Receita Federal Lina Maria Vieira reafirma que se reuniu com a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, no final de 2008 e recebeu pedido para acelerar a fiscalização sobre Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney. Lina disse novamente que Erenice Guerra, secretária executiva da Casa Civil, avisou que Dilma queria encontrá-la. No entanto, a ministra continua negando que tenha interferido na investigação e afirma que jamais se encontrou com Lina Vieira.

IRAQUE TEM DIA MAIS SANGRENTO DO ANO

Após uma série de ataques em Bagdá, pelo menos 100 pessoas morrem e 560 ficam feridas. Seis explosões coordenadas varreram a capital e a Zona Verde, área que abriga instalações do governo e embaixadas. Numa das explosões, um caminhão-bomba foi detonado ao lado do prédio do Ministério das Relações Exteriores. O governo iraquiano culpou o grupo terrorista Al-Qaeda pelos ataques. Os atentados mostram a dificuldade que as forças iraquianas estão enfrentando sem a ajuda das tropas americanas, que deixaram o centro urbano há dois meses.

TERRORISTA LÍBIO É LIBERTADO

Por "razões humanitárias", a Justiça da Escócia liberta o líbio Abdel Basset Ali al-Megrahi, mentor do ataque a um Jumbo da Pan Am que explodiu sobre a cidade de Lockerbie, em 1988, e deixou 270 mortos. O terrorista sofre de câncer de próstata e médicos dizem que tem menos de três meses de vida. Condenado à prisão perpétua, Megrahi foi libertado tendo cumprido oito anos de pena. Ele foi recebido com festa por milhares de pessoas em Trípoli, na Líbia. A libertação gerou protestos por parte das famílias das vítimas e principalmente dos EUA.

OMS ALERTA PARA 2ª. ONDA DE GRIPE

Enquanto companhias farmacêuticas se esforçam para produzir uma vacina contra a gripe suína, a diretora-geral da Organização Mundial da Saúde, Margaret Chan, pediu que os governos se preparem para uma provável segunda onda do vírus A(H1N1). A epidemia está enfraquecendo no Hemisfério Sul, mas a temporada de gripe sazonal se aproxima do Hemisfério Norte. Cerca de 1.800 pessoas morreram desde a descoberta do vírus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.