O que passou

BRASIL MANTÉM 75.ª POSIÇÃO NO IDH

O Estado de S.Paulo

11 de outubro de 2009 | 01h16

4/10

O País conquista mais pontos no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) 2009 e se mantém na categoria de "desenvolvimento humano elevado". Entre os 182 países avaliados, o Brasil ficou na 75.ª posição com índice de 0,813. Em 2008, o IDH era de 0,807. Os três primeiros lugares na lista são Noruega, Austrália e Islândia. Calculado anualmente pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), o IDH é um indicador do bem-estar humano. Contudo, os efeitos da crise econômica internacional não serão sentidos nos dados deste ano, já que os resultados apresentados são referentes a 2007.

MST DEIXA PREJUÍZO DE R$ 3 MI EM FAZENDA

7/10

Militantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) desocupam a Fazenda Santo Henrique, do grupo Cutrale, no interior de São Paulo, após forte pressão policial. Além de 7 mil pés de laranja arrancados, máquinas agrícolas, caminhões e casas foram danificados. Houve furto de móveis, roupas e eletrodomésticos. O prejuízo dos nove dias de ocupação pode chegar a R$ 3 milhões. A bancada ruralista da Câmara dos Deputados deve usar a internet para pressionar deputados a instalar a CPI do MST, que deverá apurar desvios de recursos repassados pela União ao movimento.

PLANALTO QUER PAC PARA JOGOS DE 2016

7/10

O governo mobiliza empresários, sindicalistas, governadores e prefeitos na tentativa de flexibilizar auditorias e licenças ambientais para os projetos do pré-sal, da Copa do Mundo de 2014 e da Olimpíada de 2016. A ideia é reduzir as amarras legais dos projetos de infraestrutura. Durante o 8.º Balanço do Programa de Aceleração do Crescimento, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, reafirmou a necessidade de um tratamento especial para as obras da copa e da Olimpíada.

BERLUSCONI PERDE IMUNIDADE LEGAL

7/10

O Tribunal Constitucional da Itália revoga a lei que garantia imunidade judicial ao primeiro-ministro do país, Silvio Berlusconi. O veredicto possibilita a reabertura de processos contra o líder italiano, cuja popularidade vem sendo abalada por uma série de polêmicas. Berlusconi é acusado de suborno por ter pago US$ 600 mil ao advogado britânico David Mills, em 1997, para não relevar num julgamento detalhes comprometedores sobre suas transações comerciais. O primeiro-ministro responde a processo relacionado a irregularidades na compra e venda de direitos de transmissão de filmes na TV.

GREVE DE BANCÁRIOS CHEGA AO FIM

9/10

Após aceitar a proposta de 6% de reajuste salarial feita pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), bancários de São Paulo, Osasco e região decidem voltar ao trabalho. A categoria estava paralisada há 15 dias. Durante o dia, bancários de outras capitais retornaram ao trabalho, como Rio de Janeiro, Brasília e Florianópolis. Os funcionários da Caixa Econômica Federal não chegaram a um acordo e ainda permanecem em greve.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.