O que passou

DOM. 28/3

O Estado de S.Paulo

04 de abril de 2010 | 01h43

Com ajuda brasileira, são resgatados reféns das Farc

Preso desde abril de 2009 pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, o soldado colombiano Josué Daniel Calvo é libertado e resgatado pela missão humanitária da Cruz Vermelha que contou com apoio de dois helicópteros do Exército brasileiro. Na terça-feira, outra missão bem-sucedida resgatou o refém mais antigo das Farc, o sargento colombiano de 32 anos, Pablo Emilio Moncayo (foto), libertado após passar 12 anos e 3 meses preso. Vinte militares brasileiros participaram dos resgates, coordenados pela senadora Piedad Córdoba.

TER. 30/3

Colisão de partículas tenta recriar o Big Bang

Físicos do Centro Europeu de Pesquisas Nucleares (Cern) dão mais um passo na reprodução do Big Bang, explosão que deu origem ao universo. A experiência inédita fez colidir partículas subatômicas com uma quantidade alta de energia até então nunca conseguida. A colisão liberou uma energia total de 7 trilhões de elétron-volts (eV), numa velocidade uma nanofração de segundo inferior à velocidade da luz, dentro do Grande Colisor de Hádrons (LHC, em inglês). "É um grande feito. Estamos indo aonde ninguém jamais esteve. Abrimos um novo território para a física", disse Oliver Buchmueller, um dos líderes do projeto.

QUA. 31/3

E-mails do Yahoo! são hackeados pela China

Não bastasse o embate com o Google, o governo chinês está criando um problema com o Yahoo! ao invadir as contas de e-mail de jornalistas e ativistas chineses. Os jornalistas não puderam acessar suas contas durante duas semanas e, quando tentavam, o servidor respondia com uma mensagem de erro. Entre as contas hackeadas estão as do Congresso Mundial Uigur, um grupo separatista, e a do jornalista Andrew Jacobs, da sucursal do New York Times em Pequim.

França faz recall de implantes de silicone

As autoridades retiram do mercado implantes mamários considerados defeituosos e convocam 30 mil mulheres siliconadas do país e do exterior para exames médicos. O jornal Le Parisien informou que a promotoria de Marselha alerta os riscos dos implantes da Poly Implant Prothese (PIP), que podem arrebentar com maior frequência que os demais. Segundo o jornal, o gel de silicone utilizado pela empresa, localizada na região de Toulon, no sul da França, não tinha sido autorizado pelas autoridades francesas. A PIP, criada em 1991, é o quarto maior fabricante mundial de implantes mamários.

QUI. 1º/4

Meirelles fica no Banco Central

Sem ter conseguido viabilizar sua candidatura à vice-presidência na chapa de Dilma Rousseff, ao Senado ou ao governo de Goiás, Henrique Meirelles (foto) decide permanecer no Banco Central até o final do cargo. Meirelles é novo no PMDB e faltou-lhe força política. O nome que parece mais forte no momento para vice de Dilma é o do presidente da Câmara, Michel Temer. O argumento de Meirelles para permanecer no BC foi o de que, no cargo, pode contribuir para o projeto "vencedor" do banco e consolidar a estabilidade econômica do Brasil.

Criado rosto em 3D de Jesus a partir do Sudário

Com computação gráfica, o americano Ray Downing criou uma imagem do rosto de Jesus Cristo usando o Santo Sudário, que supostamente cobriu Cristo depois de ele ter sido retirado morto da cruz. O resultado faz parte do documentário de TV O Rosto Real de Jesus?, do History Channel, que vai ao ar no próximo sábado. Downing também participou do projeto que recriou em 3D o rosto do ex-presidente americano Abraham Lincoln usando mais de cem fotos.

SEX. 2/4

Forças de Israel atacam 9 alvos na Faixa de Gaza

Na maior ofensiva israelense desde janeiro de 2009, aviões militares de Israel bombardearam nove alvos na Faixa de Gaza, em Rafah, Khan Yunes e Cidade de Gaza, destruindo prédios e deixando três civis feridos. A investida foi uma resposta ao disparo na quinta-feira de um foguete por milícias palestinas contra o território israelense, informou o Exército. O líder do Hamas em Gaza, Ismail Haniya, fez um apelo à comunidade internacional para que intervenha pela causa palestina.

Rússia lança nave que ficará 167 dias em órbita

A nave russa Soyuz TMA-18 parte rumo à Estação Espacial Internacional com três tripulantes a bordo e a missão de fazer 42 experimentos científicos em um período de 167 dias. Entre os experimentos se destaca um para a detecção de terremotos a partir do espaço. Os astronautas russos Aleksander Skvortsov, Mikhail Kornienko (foto) e o americano Tracy Caldwell Dyson também serão encarregados de supervisionar a futura chegada de três naves americanas e três cargueiros russos, além de realizar duas caminhadas na estação espacial.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.