O que passou

TER. 20/4

O Estado de S.Paulo

25 de abril de 2010 | 01h48

Morre a ativista de direitos civis Dorothy Height

Uma das fundadoras do movimento pelos direitos civis americanos, Dorothy I. Height(foto), morre de causas naturais aos 98 anos. Dorothy foi presidente do Conselho Nacional das Mulheres Negras por 40 anos e um dos líderes do movimento afro-americano, que pressionou pelo fim da segregação escolar de brancos e negros nas escolas americanas. Com o reverendo Martin Luther King, ajudou a orquestrar as estratégias das lutas pelos direitos civis nos anos 60. Ela estava ao lado de Luther King no palanque do Lincon Memorial quando ele proferiu seu discurso Eu Tenho um Sonho, em agosto de 1963.

Consórcio de estatal vence leilão de Belo Monte

O consórcio liderado pela estatal Chesf - integrado também por Queiroz Galvão, Galvão Engenharia, Mendes Júnior, Serveng, J. Malucelli, Contern e Gaia Energia - vence o leilão da Hidrelétrica de Belo Monte. O grupo se comprometeu a vender energia por um preço 6,02% abaixo do teto fixado pelo governo, que já era considerado baixo pelo setor. Após o leilão, a Queiroz Galvão anunciou a possível saída do consórcio, o que foi entendido pelo governo como um sinal de pressão da empresa para negociar uma parcela maior de participação na construção de Belo Monte. A construtora detém 10,02% do grupo que vai administrar a usina.

QUA. 21/4

Futura sede da Câmara Legislativa do DF é invadida

Cerca de 50 estudantes ocupam no início da noite o prédio da futura sede da Câmara Legislativa do Distrito Federal, que está em fase final de construção. Os estudantes intitulam o movimento de "Fora Arruda e toda a máfia" e afirmam que só sairão do prédio se o recém-empossado governador do Distrito Federal, Rogério Rosso, deixar o governo. O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios determinou a reintegração de posse do prédio.

QUI. 22/4

Pichador do Cristo se entrega à polícia

O pintor de paredes Paulo Souza dos Santos, de 28 anos, um dos acusados de pichar a estátua do Cristo Redentor, no Rio, se entrega na Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente, em São Cristóvão, zona norte do Rio. Ele disse que estava arrependido e fez a pichação para protestar contra a demora nas investigações de crimes no Rio. No dia 15, a estátua do Cristo Redentor apareceu pichada com a frase: "Onde está a engenheira Patrícia?", em referência ao desaparecimento ainda não esclarecido de Patrícia Amiero, em junho de 2008. "Queria pedir perdão a Deus e à população carioca", disse Souza em entrevista ao jornal O Dia.

Plataforma de petróleo afunda no Golfo do México

A plataforma petrolífera que explodiu na madrugada de terça para quarta-feira no Golfo do México afunda e 42 mil litros de óleo vazam. A causa da explosão ainda é desconhecida. A Guarda Costeira dos Estado Unidos continua buscando 11 dos 126 trabalhadores que estavam na plataforma no momento da explosão.

Vulcão na Islândia causa prejuízo bilionário a aéreas

Depois de uma semana de restrições devido às cinzas liberadas pelo vulcão Eyjafjallajokull, na Islândia, o espaço aéreo europeu é liberado e os voos voltam à normalidade, com exceção dos aeroportos da Islândia que estão fechados. O número de decolagens canceladas ultrapassou 100 mil, resultando em prejuízo de US$1,7 bilhão para as empresas aéreas, segundo cálculos da Associação Internacional de Transporte Aéreo. A estimativa é de que 7 milhões de passageiros tenham tido suas viagens prejudicadas.

SEX. 23/4

Espanha faz primeiro transplante total de rosto

Um hospital da Espanha anuncia ter realizado o primeiro transplante completo de face do mundo. Um jovem que sofreu um acidente recebeu implante de nariz, pele, mandíbula, maçã do rosto e dentes. A cirurgia foi feita em março por uma equipe médica do Hospital Vall d"Hebron de Barcelona e teve duração de 24 horas. O hospital não forneceu detalhes sobre o paciente, mas disse que se recupera bem. Uma semana depois da cirurgia, o paciente pediu para se ver no espelho e ficou satisfeito, relatou o jornal El País.

Morte de líderes da Al-Qaeda gera represália

Ao menos 64 pessoas morrem e 120 ficam feridas em uma série de atentados no Iraque. As explosões foram uma resposta à morte de três líderes terroristas. Na segunda, Abu Omar al-Bagdadi e Abu Ayub al-Masri morreram em um tiroteio com as forças iraquianas. Al-Masri era o líder da Al-Qaeda no Iraque, enquanto Al-Bagadi era o dirigente máximo do Estado Islâmico do Iraque - grupo vinculado à Al-Qaeda. Na terça, Ahmad al-Obeidi, chefe militar da Al-Qaeda nas Províncias de Ninawa, Kirkuk e Salah ad-Din, foi morto em uma operação conjunta de tropas americanas e iraquianas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.