O que passou

SEG. 10/10

O Estado de S.Paulo

16 de outubro de 2011 | 03h09

China socorre quatro

bancos do país

O governo da China injeta capital nos quatro maiores bancos do país, que emprestaram volumes recordes de dinheiro nos últimos dois anos e agora enfrentam o risco de créditos podres. A última vez que a China realizou operação semelhante foi em setembro de 2008, depois que a quebra do Lehman Brothers desencadeou a crise financeira global. O governo não revelou o valor do socorro aos bancos.

Americanos ganham

Nobel de Economia

O Prêmio Nobel de Economia de 2011 foi para os economistas americanos Thomas Sargent e Christopher Sims. Em trabalhos separados, eles contribuíram para o entendimento de como as decisões de política econômica afetam a economia de fato. Ambos criaram ferramentas para analisar como mudanças nos juros afetam a inflação e o crescimento. Sargent, da Universidade de Nova York, e Sims, da Princeton, estudaram também como integrar as expectativas dos participantes da economia mundial nos modelos macroeconômicos matemáticos mais utilizados atualmente pelos bancos centrais.

TER. 11/10

Morre o humorista

José Vasconcellos

Aos 85 anos, o humorista José Vasconcellos morre de uma parada cardíaca, em São Paulo. Ele estava internado havia duas semanas por complicações causadas pelo alzheimer. Sua última aparição na TV foi em outubro de 2008, no programa Nada Além da Verdade, do SBT, antes de sofrer um acidente vascular cerebral naquele ano. Nascido em Rio Branco, no Acre, Vasconcellos é considerado o primeiro humorista de stand-up no Brasil. Começou a carreira no rádio, nos anos 50, onde se tornou famoso por fazer imitações das vozes de artistas, no programa Papel Carbono. Em 1952, ele produziu e atuou no primeiro programa de humor da TV brasileira, A Toca do Zé, na TV Tupi. Em 1960, ficou famoso internacionalmente por um disco de humor Eu Sou o Espetáculo. Fez também o gago Rui Barbosa Sa-Silva, na Escolinha do Professor Raimundo, da Globo.

João Vítor, do Palmeiras,

é agredido por torcedores

A agressão ao volante ocorreu na frente da loja oficial do clube, na Rua Turiaçu. Um vídeo que circula na internet mostra um torcedor rasgando a camisa do jogador e, em outra cena, João Vítor agarra um torcedor que está caído no chão. O volante fez BO no 23º DP, assim como o torcedor que o acusa de agressão.

Israel faz acordo com

Hamas para reaver soldado

O governo israelense concorda em libertar 1.027 prisioneiros palestinos, inclusive 315 sentenciados à prisão perpétua, em troca da libertação do militar israelense Gilad Shalit, hoje com 25 anos, capturado pelo Hamas na fronteira com a Faixa de Gaza em junho de 2006. O cabo Shalit foi capturado aos 19 anos e mantido incomunicável desde então. Durante o cativeiro, o Hamas divulgou uma carta e um vídeo de Shalit. Ele deve ser solto entre terça e quarta-feira, enquanto 450 palestinos deixarão as cadeias israelenses. Na Faixa de Gaza, na Cisjordânia e em Jerusalém, milhares de famílias palestinas aguardam a divulgação da primeira lista dos presos a serem libertados. Os demais serão libertados numa segunda leva, em até dois meses.

Rafinha Bastos

pede demissão

O humorista Rafinha Bastos entrega carta de demissão à Band. No dia 19 de setembro ele disse "Eu comeria ela e o bebê", referindo-se à atriz grávida Wanessa Camargo. Rafinha pode ter que pagar até R$ 100 mil de indenização à cantora. Na sexta, porém, havia notícia de que ele combinou uma trégua com a emissora, e a Band teria até uma semana para definir se mantém Rafinha.

QUA. 12/10

Marcha contra a corrupção reúne 20 mil em Brasília

Carregando vassouras, com nariz de palhaço e roupas de presidiário, 20 mil pessoas percorreram a distância do Museu da República à Praça dos Três Poderes, em Brasília. As principais reivindicações dos manifestantes da 2ª Marcha contra a Corrupção, realizada também em outras 18 cidades, são a regulamentação da Ficha Limpa pelo Supremo, a aprovação do projeto de lei que estabelece o voto aberto dos parlamentares e a manutenção do Conselho Nacional de Justiça como órgão de controle externo do Judiciário.

QUI. 13/10

Bilionário é condenado

a 11 anos de prisão

Raj Rajaratnam, cofundador do fundo de hedge Galleon Group, é sentenciado a 11 anos de prisão, a maior sentença em um caso de operação com informações privilegiadas (insider trading) em Nova York nas últimas duas décadas. Promotores o acusaram de persuadir operadores de fundos de hedge, consultores e diretores de empresas a fornecer informações corporativas confidenciais. Rajaratnam ainda terá de pagar uma multa de US$ 10 milhões.

SEX. 14/10

Morre Leon Cakoff,

fundador da Mostra

O cineasta Leon Cakoff, fundador da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, moore de câncer aos 63 anos. Nascido na Síria, ele veio para o Brasil ainda criança. Formou-se em sociologia e política e se tornou um dos principais nomes da resistência cultural na ditadura. Cakoff usou a Mostra de Cinema, criada em 1977, como instrumento contra a repressão. Ele atuou como jornalista e crítico de cinema, além de dirigir o Departamento de Cinema do Masp de 1977 a 1984.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.