O que passou

DOM. 2/12

O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2012 | 02h06

Poeta Décio Pignatari

morre aos 85 anos

Internado desde sexta-feira, o ensaísta Décio Pignatari (foto) morre em São Paulo. O escritor de 85 anos sofria de alzheimer, estava debilitado e recebia cuidados paliativos. Pignatari foi um dos principais nomes do movimento concretista, ao lado dos irmãos Haroldo e Augusto de Campos. Ao longo da carreira, atuou como dramaturgo, semiólogo e tradutor. Também colaborou com o Suplemento Literário, publicado pelo Estado a partir de 1956.

SEG. 3/12

Europa convoca diplomatas para questionar Israel

Dinamarca, Espanha, Finlândia, França, Irlanda, Reino Unido e Suécia convocam embaixadores israelenses para questionar o projeto de construção de 3 mil novas residências na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental - o que inviabilizaria o território para um futuro Estado palestino. O projeto, do premiê israelense Binyamin Netanyahu, é entendido como represália pelo reconhecimento da Palestina como Estado observador na Assembleia Geral das Nações Unidas, em 30 de novembro. Israel também congelou mais de US$ 100 milhões em repasse de impostos à Autoridade Palestina. Na mesma linha dessa pressão diplomática pelos países europeus, o Brasil convocou o embaixador de Israel em Brasília, Rafael Eldad, para pedir explicações. Os EUA, tradicionais aliados de Israel, também criticaram o projeto do premiê.

TER. 4/12

Tufão mata 470

no sul das Filipinas

Com rajadas de vento de até 210 km/h, o tufão Bopha atinge províncias no sul das Filipinas, principalmente na costa leste da ilha de Mindanao e nas regiões próximas às cidades de New Bataan e Monkayo. A tempestade arrancou árvores, derrubou casas e linhas de energia e provocou avalanches, inundações repentinas e deslizamentos de terra. Mais de 250 mil pessoas ficaram desabrigadas. Até sexta-feira, as autoridades filipinas registraram mais de 470 mortes, mas teme-se que o número ultrapasse mil. Cerca de 20 tufões atingem as Filipinas a cada ano. No ano passado, o tufão Washi matou 1.500 pessoas no arquipélago. A previsão era de que o Bopha deixasse as Filipinas na sexta. Enquanto isso, as Nações Unidas se preparavam para oferecer assistência humanitária e ajuda internacional aos filipinos.

QUI. 6/12

Tesouro Nacional bancará novo pacote de energia

A presidente Dilma Rousseff afirma que o Tesouro Nacional irá cobrir a diferença na redução do custo de energia elétrica no País decorrente da não adesão das concessionárias de Minas Gerais, Paraná, São Paulo e Santa Catarina ao plano de redução de tarifas do governo federal. No dia anterior, a presidente já havia sinalizado que recursos do Tesouro poderiam ser usados para manter a promessa de redução da conta de luz - na ocasião, Dilma criticou a "insensibilidade" das empresas elétricas que não aceitaram renovar os contratos para a redução. A promessa era reduzir a tarifa em 20,2%, mas com a resistência das companhias de São Paulo (Cesp), Minas Gerais (Cemig) e Paraná (Copel), o desconto cairia para 16,7%. Assim, recursos do Tesouro se tornaram uma alternativa para manter a redução na casa dos 20%.

SEX. 7/12

Condenado a 39 anos,

Cachoeira volta à prisão

A Justiça Federal de Goiás condena o contraventor Carlos Augusto de Almeida Ramos, o Carlinhos Cachoeira, a 39 anos e 8 meses de prisão por diversos crimes, como peculato, corrupção ativa, violação de sigilo e formação de quadrilha. A sentença se baseia nas denúncias da Operação Monte Carlo contra a exploração de jogos ilegais, investigação da Polícia Federal realizada em fevereiro. Cachoeira foi preso em sua casa, um condomínio de luxo em Goiânia, e levado à Superintendência da Polícia Federal. O contraventor retorna à cadeia duas semanas após deixar o Presídio da Papuda, em Brasília, onde ficou 266 dias detido em prisão temporária. Além de Cachoeira, foram condenados outras sete pessoas - entre eles, o ex-sargento Idalberto Matias, o Dadá, acusado de espionar ilegalmente para o esquema do contraventor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.