O voto impresso é um retrocesso, como disse Carlos Ayres Britto?

Ministros discordam de Lula

O Estado de S.Paulo

04 de outubro de 2009 | 00h26

O presidente Lula sancionou na terça-feira projeto de minirreforma eleitoral aprovado pelo Congresso. Entre os pontos da proposta, o texto prevê a impressão de parte dos votos nas urnas eletrônicas a partir de 2010. O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Carlos Ayres Britto, considerou a sanção um "retrocesso". O ministro da Defesa, Nelson Jobim, também discordou de Lula. Mesmo assim a Justiça Eleitoral vai viabilizar a decisão.

Resultado da enquete:

Sim> 44%

Não> 56%

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.