Reginaldo Pujol Filho
Reginaldo Pujol Filho

Oito romancistas se reúnem em seminário sobre ‘a arte do romance’

Entre as participações confirmadas estão Maria Rezende, Juan Villalobos, Carola Saavedra e Itamar Vieira Júnior

Gustavo Queiroz, O Estado de S.Paulo

14 de junho de 2021 | 18h57

Escrever romances é um processo de fundamentos e técnicas, métodos e criações, encontros e desencontros. A escrita, portanto, não é homogênea. Seja construído em conflito ou em paz, um romance é um resultado de escolhas que nunca se esgotam. Pensando nas muitas formas de se criar uma narrativa, o escritor e doutor em escrita criativa, Reginaldo Pujol Filho, promove a segunda edição do seminário Romance: modos de fazer, que acontecerá a partir desta quinta-feira, 17, às 19h, de forma online. 

“A primeira edição foi muito marcante, com turma cheia, debates potentes, participações de diversos estados do Brasil e de outros países”, conta Pujol. Segundo o escritor, a proposta do seminário é realizar aulas-entrevistas. Na primeira hora, ele conversa com um romancista convidado sobre as características de sua obra, o processo criativo e os caminhos escolhidos. Na sequência, os alunos poderão fazer perguntas aos palestrantes. 

Com diferentes origens e formas de escrever, os escritores participantes reúnem romances que destacam, por exemplo, uma intensa pesquisa histórica sobre a colonização brasileira, como na obra Carta à Rainha Louca (Alfaguara, 2019), de Maria Valéria Rezende, vencedora do prêmio Jabuti; ou um cuidadoso desenvolvimento de personagem no chamado “romance de formação”, como acontece em Com Armas Sonolentas (Companhia das Letras, 2018), da chilena Carola Saavedra

Também é destaque a presença de José Falero, que recupera a própria história em Os Supridores (Todavia 2020) e cuja poética é atravessada pela voz da periferia gaúcha. O principal fenômeno da literatura brasileira contemporânea, Itamar Viera Júnior também deverá partilhar sobre o desenvolvimento de Torto Arado (Todavia, 2019), que alcançou 100 mil exemplares vendidos.

Os demais participantes desta edição são: o mexicano Juan Pablo Villalobos; a jornalista Eliana Alves Cruz; a tradutora e mestre em processo criativo Luisa Geisler e o editor e designer gráfico Samir Machado de Machado. Os escritores devem dissecar as decisões, ideias e caminhos que os levaram à obra final.

Serviço:

As inscrições podem ser feitas no site pessoal de Reginaldo Pujol Filho e custam a partir de R$ 450,00. Há bolsas para pessoas negras e indígenas. Os encontros acontecem até o dia 29 de julho.

Tudo o que sabemos sobre:
literatura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.