Política carnavalesca

Homenageado no desfile da Gaviões da Fiel, o ex-presidente é também objeto de estudo no livro Lulismo, Carisma Pop e Cultura Anticrítica, do psicanalista Tales Ab'Sáber. Nele, o personagem-tema desfila em múltiplas fantasias: o conciliador da direita com a esquerda, o vendedor do capitalismo para as massas, o líder ileso aos estragos

O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2012 | 03h05

do mensalão. "Ali Lula se fez o articulador de sua presidência", diz Ab'Sáber. Já o historiador Carlos Guilherme Mota atravessa a ala da oposição, cantarolando

o samba-enredo da mediocridade política.

E evoca as mazelas do governo de coalizão, "esse modelo infernal, herdeiro do nosso velho coronelismo, enxada e voto".

Exclusivo | Págs. J4 e J5

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.