Presidente por acaso

Se fosse estratégia de marketing, seria coisa de gênio da propaganda política: a maneira cafajeste como o PMDB vem dando visibilidade à dignidade e ao espírito público do senador Jarbas Vasconcelos, francamente, nem quando lançou Ulysses Guimarães à Presidência da República o partido foi tão convincente na forma de apresentação de um correligionário à nação. Ainda que não haja qualquer intenção premeditada nesse sentido, nunca é tarde para o PMDB mudar da água pro vinho - e vice-versa. A inclusão do nome de Jarbas Vasconcelos em pesquisa sobre a sucessão de Lula seria um primeiro passo para realinhar a sigla com a possibilidade de candidatura própria em 2010. Se for para ganhar, como se sabe, tem jogo e, convenhamos, o senador pernambucano deve ter lá uma certa dívida de gratidão com o partido, no mínimo pela projeção que vem dando à sua decência no cenário da política nacional. Se as eleições fossem hoje, não sei não, viu! Parece que o José Serra já anda preocupado com essa história. DistraídoEm seu discurso de boas-vindas ao artilheiro Fred nas Laranjeiras, o presidente do Fluminense, Roberto Horcades, chamou o jogador que contratou primeiro de Celso, depois de Fábio. Nem o Eduardo Suplicy, nos bons tempos, trocava tanto as bolas.MetáforaEleito presidente da Comissão de Infraestrutura do Senado, Fernando Collor disse em tom de elogio que sua adversária no pleito, a senadora Ideli Salvatti, "cisca pra dentro". Jamelão também não teve intenção de ofender Bill Clinton ao definir o estado de espírito do ex-presidente em visita oficial ao morro da Mangueira com a expressão "mais feliz que pinto no lixo". Mas vai explicar isso ao Aloizio Mercadante americano!FlagranteO que fazia na última terça-feira o pequeno John, filho do primeiro casamento de Tom Brady, na lua-de-mel de Gisele Bündchen com seu quarterback num hotel de Pacific Palisades, na Califórnia (EUA)? Taí uma parte do casamento que se deve fazer às escondidas, não só da imprensa, como também das crianças da família.Peralá!A estátua do Cristo Redentor vai ficar lilás neste domingo, homenagem do carioca ao Dia Internacional da Mulher. Coisa mais gay, né não? Só se fala disso no Vaticano!Ô, raça!O milionário russo que ia comprar a mansão de Lily Safra na Côte d?Azur por 500 milhões de euros desistiu do negócio. E pensar que tem gente por aqui preocupada com seu próprio salário. Quem?O mais chocante no caso de Agaciel Maia não é a mansão à beira do Lago Sul nem a festa que fizeram para o dono da propriedade no bota-fora do Congresso. A leitura invertida do primeiro nome do ex-diretor-geral do Senado também surpreende, mas nada é tão impressionante na revelação do personagem quanto um certo gênero de narrativa biográfica cada vez mais comum na política brasileira. Gente cuja história é contada da frente pra trás, do escândalo da vez que a projetou até a infância pobre que não interessa a ninguém. O Delúbio foi meio assim, não foi?! Ninguém o conhecia antes de sair falando mal dele. O Agaciel vai pelo mesmo caminho.Naomi da vezPrimeiro foi na Vogue, depois na ¡Olá!... Do jeito que Michelle Obama anda aparecendo em capas de revista, a Caras pode até pensar em convidar a primeira-dama americana para sua ilha em 2010.Boato iminenteRaúl Castro cometeu pelo menos uma injustiça na reforma ministerial que promoveu em Cuba. O Tarso Genro tem feito por merecer vaga nesse time, né não? Só se fala disso na Itália!

O Estado de S.Paulo

07 de março de 2009 | 23h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.